anuncio_recanto-do-sertão
anuncio_gnet
anuncio_forno-de-barro
anuncio_baratãodoaçõ
Banner
Home / Notícias Sociais / COM CHUVAS NO INTERIOR, CONFIRA RELATÓRIO DA SITUAÇÃO VOLUMÉTRICA DOS RESERVATÓRIOS DO ESTADO.

COM CHUVAS NO INTERIOR, CONFIRA RELATÓRIO DA SITUAÇÃO VOLUMÉTRICA DOS RESERVATÓRIOS DO ESTADO.

O retorno das chuvas ao interior do Estado continua propiciando melhora das reservas hídricas potiguares. O Relatório da Situação Volumétrica dos principais reservatórios do Estado, divulgado pelo Instituto de Gestão das Águas do RN (IGARN), nesta segunda-feira (09), indica a saída de alguns reservatórios do chamado volume morto e também uma redução dos mananciais secos.
Dos 47 reservatórios com capacidade superior a cinco milhões de metros cúbicos, monitorados pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Igarn, atualmente, 15 estão em volume morto, em termos percentuais 31,91% dos mananciais monitorados. Em termos comparativos, no último relatório, divulgado no dia 2 de abril, os reservatórios em volume morto eram 19, o que representava 40,42% do total de mananciais monitorados.
Já os reservatórios que ainda se encontram secos são 6, em termos percentuais, 12,76%. No dia 2 de abril, 11 reservatórios ainda estavam sem águas, o que representava 23,40% dos açudes potiguares monitorados. Os açudes, Flechas, em José da Penha; Lucrécia, no munícipio de Lucrécia; Brejo, em Olho d’Água dos Borges; Santa Cruz do Trairi e Inharé, ambos em Santa Cruz; foram os açudes que estavam secos e receberam recarga.
O açude Rodeador, em Umarizal, recebeu boa quantidade de águas. No último levantamento estava com, apenas, 346,257 mil metros cúbicos, em termos percentuais, 1,62% do seu volume total. Atualmente o reservatório está com 2,626 milhões de metros cúbicos, correspondentes a 12,27% da sua capacidade total, que é de 21,403 milhões de m³.
O açude Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes, é outro reservatório que merece destaque. No último relatório divulgado estava com 385,291 mil metros cúbicos, que representavam 4,66% da sua capacidade total, que é de 8,273 milhões de m³. Após as últimas chuvas está acumulando 2 milhões de metros cúbicos, em termos percentuais 24% da sua capacidade.
O açude Boqueirão de Parelhas, localizado em Parelhas, recebeu grande recarga. No relatório do dia 2 de abril, o reservatório estava com 14,238 milhões de metros cúbicos, percentualmente, 16,79% da capacidade total do reservatório. Atualmente está com 30,874 milhões de metros cúbicos, correspondentes a 36,41% do seu acumulado máximo, que é de 84,792 milhões de m³.
O reservatório Caldeirão de Parelhas, no último levantamento estava com apenas 431.825 mil metros cúbicos, percentualmente, 4,63% da sua capacidade total, que é de 9 milhões de m³. Após as últimas chuvas o volume acumulado no manancial é de 2,921 milhões de metros cúbicos, percentualmente, 31,34% do volume máximo que o açude pode acumular.
Embora não tenha saído da sua condição de volume morto, o açude Itans, em Caicó, teve uma boa recarga. No dia 2 de abril estava com 1,227 milhões de metros cúbicos, 1,50% da capacidade total do reservatório, que é de 81,750 milhões de m³. Atualmente, o manancial está com 3,755 milhões de metros cúbicos, em termos percentuais, 4,59% da sua capacidade total.
Com relação aos maiores reservatórios estaduais, a barragem Armando Ribeiro Gonçalves, no dia 2 de abril, estava com 282.267.266 milhões de metros cúbicos, ou 11,76% da sua capacidade total. Atualmente está com 315.799.133 milhões de metros cúbicos, o que corresponde em termos percentuais, a 13,16%, dos 2,4 bilhões de metros cúbicos da sua capacidade total. Esse volume de recarga foi suficiente para tirar o reservatório da situação de volume morto.
Segundo maior reservatório do Estado, a barragem Santa Cruz do Apodi também recebeu boa recarga, na data do último relatório divulgado, estava com 87,666 milhões de metros cúbicos de água, ou 14,62%, da sua capacidade total, que é 599 milhões que acumula quando cheia. Nesta segunda-feira, 9 de abril, está com 106,545 milhões de m³, em termos percentuais 17,77% da sua capacidade total.

 

Chuva
A barragem de Umari, em Upanema, também teve aumento de volume. No dia 2 de abril estava com 36,601 milhões de m³, percentualmente, 12,50% da sua capacidade total que é de 292 milhões de metros cúbicos. Atualmente, o manancial está com 42,298 milhões de metros cúbicos acumulados. Percentualmente este volume representa 14,45% da capacidade do reservatório.
A bacia Apodi / Mossoró acumulava no dia 2 de abril, 140,409 milhões de metros cúbicos, correspondentes a 12,76% da sua capacidade total. Atualmente o volume acumulado é de 176,837 milhões de m³, percentualmente, 16,07% do seu volume superficial total. Já a bacia Piranhas / Açu, no levantamento anterior, acumulava 355,066 milhões de metros cúbicos, percentualmente, 11,97% do seu acumulado total. Neste dia 9 de abril está com 412,061 milhões de metros cúbicos, 13,89% da sua capacidade total.
O diretor-presidente do Igarn, Josivan Cardoso, esclarece que somente com a continuidade de chuvas regulares, os reservatórios manterão bons volumes de recarga para que os abastecimentos das cidades potiguares possam ter regularidade. “A expectativa é que as chuvas continuem ocorrendo, ajudando a melhorar as reservas hídricas dos reservatórios, inclusive da Armando Ribeiro Gonçalves, que ainda precisa de mais recarga, para que possamos manter uma regularidade dos sistemas de abastecimento das cidades que dependem dos nossos maiores mananciais”, explica.
Sobre os volumes das principais lagoas potiguares
A Lagoa de Extremoz, responsável por parte do abastecimento da Zona Norte da Capital, está com 7,908 milhões de metros cúbicos, correspondente a 71,77% do seu volume máximo, que é de 11 milhões de m³. Já a Lagoa do Jiqui que possui 440 mil metros cúbicos e abastece parte da Zona Sul de Natal permanece completamente cheia. A Lagoa do Bonfim, que fornece água para a Adutora Monsenhor Expedito, está com 52,67%, 44,384 milhões de metros cúbicos dos 84,2 que possui quando cheia.

Sobre Marcos Almeida

Marcos Almeida

Veja também!

Fest-gast

FESTIVAL GASTRONÔMICO DE MARTINS

Ocorrerá dias 20, 21 e 22 de Julho, o Festival Gastronômico de Martins. O evento …