anuncio_recanto-do-sertão
anuncio_gnet
anuncio_forno-de-barro
anuncio_baratãodoaçõ
Banner
Home / Notícias Sociais / APLICATIVO CRIADO NA USP IDENTIFICA COVID-19 A PARTIR DE RAIO-X DO PULMÃO

APLICATIVO CRIADO NA USP IDENTIFICA COVID-19 A PARTIR DE RAIO-X DO PULMÃO

Um grupo de pesquisadores da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCLRP) da USP (Universidade de São Paulo) de Ribeirão Preto e do Supera Parque de Inovação e Tecnologia criou um aplicativo capaz de identificar se um paciente está com a covid-19, a partir de uma simples radiografia de pulmão.

O aplicativo também pode ser utilizado para fazer triagem de pacientes com suspeita de covid-19, pois permite a análise de várias imagens ao mesmo tempo. Para criar a ferramenta, na primeira etapa os pesquisadores analisaram 3.500 imagens, sendo duas mil de pacientes com a covid-19; outras quinhentas de pacientes com tuberculose e mil de pessoas sem nenhuma doença. Elas foram obtidas de repositórios de Brasil, China, Estados Unidos e Itália.

Formada em Fonoaudiologia e Informática Biomédica e doutora pela USP, a pesquisadora Paula Cristina dos Santos, uma das responsáveis pelo desenvolvimento do aplicativo, explica que foram separadas nas 3.500 imagens somente a área do pulmão, e que “em seguida foi feita uma análise estatística, usando algoritmo capaz de distinguir os três grupos de pacientes: aqueles com a covid-19, aqueles com tuberculose e aqueles sem nenhuma doença”.

 

 

Para nomear o aplicativo, a equipe decidiu homenagear Marie Curie. A cientista, nascida em Varsóvia, na Polônia, foi a primeira mulher a ganhar um Nobel e única pessoa até hoje a ganhá-lo duas vezes, um de Física e outro de Química.

Outro fator que chamou a atenção dos pesquisadores foi a confirmação do aumento na densidade do pulmão, que fica com “o aspecto de branco ‘jateado’, chamado na medicina de ‘vidro fosco’ “. Essa é uma característica muito forte dos pacientes com a covid-19, como já relatado em vários artigos científicos. “Na covid-19 o ‘vidro fosco’ tem apresentado uma forma diferente até em relação a outras patologias que apresentam essa característica, por isso o aplicativo consegue agrupar”, comenta.

Sobre Marcos Almeida

Marcos Almeida

Veja também!

CENTRAL DE INFORMAÇÕES COVID-19

A Secretaria Municipal de Saúde de Alexandria/RN dispõem de nova ferramenta de comunicação para esclarecer …