Segunda-feira , Dezembro 6 2021
decora_publicidade
decora_publicidade
publicidade_reunidas-01
anuncio_baratãodoaçõ
anuncio_forno-de-barro
anuncio_reunidas

Eleições 2016: WhatsApp deve ter efeito inesperado nestas eleições

As campanhas começam amanhã em todo Brasil…

Com a difusão dos smartphones no país e a necessidade de reduzir custos nas campanhas, que não contam mais com financiamento empresarial, o serviço de mensagens instantâneas WhatsApp é a principal aposta do marketing eleitoral na disputa deste ano. Se por um lado, o aplicativo pode auxiliar no contato entre candidatos e eleitores, especialmente em regiões mais periféricas; do outro, é também motivo de preocupação por sua alta capacidade de disseminar boatos e ataques pessoais. Quando o assunto é eleição, o WhatsApp pode se tornar “terra sem lei”.

 

zap-zap
É uma forma de comunicação ágil, não é regulamentada, e deve acabar sendo usada para atacar adversários. Não há como identificar o autor da mensagem, e a informação se propaga rapidamente.

No caso do WhatsApp, aplica-se a legislação referente à internet. A propaganda não pode ser feita por pessoa jurídica, por entidade da administração pública, nem envolver a comercialização de cadastros telefônicos e de endereços. O usuário também precisa ter a opção de se descadastrar da lista de contatos. Todo cuidado é pouco.

Sobre Agência Imagineers

Veja também!

COMISSÃO DA CÂMARA FAZ AUDIÊNCIA NA QUARTA SOBRE PISO PARA ENFERMAGEM

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados realiza na próxima quarta-feira …