anuncio_recanto-do-sertão
anuncio_gnet
anuncio_forno-de-barro
anuncio_baratãodoaçõ
Banner
Home / Notícias Sociais / RN perde parque eólico para o Maranhão

RN perde parque eólico para o Maranhão

Problemas envolvendo o sistema de transmissão de energia no Rio Grande do Norte fizeram a Bioenergy – uma das quatro maiores geradoras de energia eólica do país – pedir a transferência de um dos quatro parques em instalação no RN para o Maranhão. O pedido de transferência foi feito à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

RN perde parque eólico para o Maranhão

Segundo Sérgio Marques, presidente da Bioenergy, que conta com dois parques eólicos em operação no RN – o Miassaba 2 e Aratuá 1 – a sobrecarga da subestação suspendeu a operação dos dois parques 36 vezes em 2012.

A interrupção forçada do fornecimento, que somou 68 horas e 14 minutos, lhe rendeu um prejuízo estimado em R$ 227,6 mil. Valor que poderia ser bem maior, caso os outros quatro parques já estivessem em operação.

Sérgio afirma que se os problemas envolvendo o sistema de transmissão no RN não forem resolvidos a curto e médio prazos, o grupo transferirá não apenas um, mas os quatro parques para o Maranhão. Com a transferência dos parques, o RN perderia de uma só vez R$ 440 milhões – cada parque está orçado em R$ 110 milhões.

A Bioenergy é a única geradora do Brasil que vendeu energia em todos os leilões promovidos pelo governo. Ao todo, a eletricidade comercializada pela empresa nesses certames soma 804,4 MW em parques eólicos, recorde no setor.
Fonte: Jean Carlos.

Sobre Marcos Almeida

Marcos Almeida

Veja também!

ATENDIMENTOS – COMPLEXO HOSPITALAR CIED.

Atendimentos – complexo hospitalar CIED.